Na Vanguarda da Actualidade

 Nem todos temos a sorte de nos sentirmos importantes todos os dias. Claro que o facto de sabermos que há alguém em piores condições que nós ajuda a sentirmo-nos  sortudos, mas não propriamente importantes. A família também não conta. Sermos importantes é como sermos bonitos no que toca à família. Até podemos ter a cara mais horrível do mundo ( que decerto não é o vosso caso), mas no final de contas seremos sempre " os meninos lindinhos da mãe". Eu estou a falar de ser importante à séria, de sentirmos que alguém nos respeita, quer goste disso ou não. E digo-vos uma coisa: na adolescência este fenómeno não é muito comum. Porém, depois de levarmos com todo o sofrimento que vem com a idade ( a cedência de lugar no eléctrico, a ultrapassagem de mais velhos nas filas, etc) de vez em quando, há um momento em que nos sentimos realmente importantes. "Senhor Sebastião chamado à sala de operações". Só por este breve chamamento, quase que compensa ter que ser operado.

publicado por Sebastião Marques Lopes às 18:50 | link do post

Muitos adultos afirmam que na minha curta vida ainda não senti verdadeiro amor. Bem eu discordo.Porque acho que é durante a adolescência que conhecemos a mulher que nos mais marca. Muitos de vocês devem estar a pensar: "a mulher que mais me marcou é a mulher com quem estou casado". Errado, essa é a mulher de quem vocês gostam mais mas não a que vos marcou. A que vos marcou mais foi aquela rapariga muito gira, uns bons dois ou três anos mais velha do que vocês! Sim essa! A Teresa, a Maria, a Joana, a Catarina, a Sofia, a Beatriz, a Marta, a Clara...

Andava no quinto ano quando a conheci, andei parvo aí uns dois anos... Assim que ela me disse quando fazia anos eu nunca mais me esqueci. Sim. eu sei que agora existe o facebook e que esta tarefa se tornou extremamente fácil, mas com esta pessoa eu não preciso de facebooks nem meios-facebooks.

Uma das coisas que mais fascina com este tipo de paixões é o facto de nunca serem correspondidas, mas se não fosse assim não tinha graça.

publicado por Tomás Sena às 11:27 | link do post
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
28
29
comentários recentes
LOL, confesso que já gostei mais de ser um gajo do...
Boa tarde caro camarada blogger, ainda no outro di...
o que é vexanços?
No meu grupo acontecia-me a mesma coisa com o "ouv...
Gosto muito :) e sinto que por muito que os homens...
O natal pode ser feliz, porque é só um ou dois dia...
Falha é no epíteto da SENHORA que, elegante e conh...
"acho que é durante a adolescência que conhecemos ...
Prevejo uma vida cheia de surpresas, nem sempre ag...
Bom...o primeiro passo rumo aos destaques, está da...
Posts mais comentados
10 comentários
9 comentários
7 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
subscrever feeds
SAPO Blogs