Na Vanguarda da Actualidade

 Olá caros leitores,

 Gosto sempre de começar com um olá pois é uma maneira agradável e simpática para nos apresentarmos. Por vezes faz-me lembrar  gelados, outras, croquetes... não sei bem porquê.

  Esta semana tem me tudo passado um bocado ao lado, pois tenho estado os dias todos em casa, a engonhar.. Vêm com histórias de desolados, e eu não sei do que é que se trata...  Já lhe pedi explicações pelo msn, mas subitamente ele fica offline. Será uma manobra de diversão? Não percam o novo episódio das 24 horas para descobrir. Por falar em 24 horas, esse Jack Bauer tem a mania. Lá porque nunca vai à casa de banho, nunca come, e está sempre pronto a fazer justiça mesmo quando só tem um dia de vida... ele que não pense que é mais do que eu.

 

publicado por Francisco Ravara às 21:46 | link do post

   Isto está me acontecer neste preciso momento... Sabem quando uma miúda, amigo ou até mesmo um cão de que vocês gostam muito não vos liga nenhuma, despreza, e faz com que pereça que a vossa existência não faz sentido??? Não vos vou dizer qual destes seres é que me oprime mas calculo que saibam, ou pelo menos tenham uma ideia.

    Sabem quando não conseguem parar de olhar para esse ser, e dão tanta "cana" que até pessoas que vocês não conhecem vos vão dizer:

     - Vê lá não deixes cair o maxilar inferior!!!

O que vos enerva e envergonha ainda mais, ou quando vos questionam sobre os vossos sentimentos em relação a esse ser que vos oprime...

      Há uma estrada chamada a estrada dos desolados, bem, eu estou a caminhar nela há uns bons tempos...

 

 

publicado por Tomás Sena às 18:25 | link do post

 Ontem, apanhei uma gastroenterite, e tive com 39º de febre. Os da minha turma devem pensar que não deve ter sido muito mau, tendo em conta que faltei ao teste de inglês. Nunca me apeteceu tanto fazer um teste de inglês.  Ao todo devo ter vomitado umas dez vezes, e mesmo assim só comi canjas e papas de arroz da Nestlé.  O que me salvou foi a Coca-Cola. Apesar de só a poder beber à colher, a água   suja do imperialismo americano refrescou-me o dia. "Tenho 102 anos menos noventa e acredita que a única coisa que não vais gostar na vida é de apanhar uma gastroenterite"

publicado por Francisco Ravara às 19:30 | link do post

 No outro dia apercebi-me que as férias estão a começar. Perfeita altura para conhecer senhoras, mas isso não importa.   Não sei se vos acontece a vocês, mas quando uma coisa acontece num determinado sítio, num determinado tempo eu penso " Ainda bem que estou de volta ao Casal Ventoso" por exemplo. Mas passado 12 anos apercebem-se que isso não é assim tão bom e cansam-se disso. O melhor exemplo é a escola. Estou lá há 9 anos e já me fartei daquilo há 8. Já vos aconteceu? Se não, está prestes a acontecer. Este blogue não é assim tão bom... Estou a brincar. Ou não?

publicado por Sebastião Marques Lopes às 19:06 | link do post

 Há muito tempo, que não oiço alguém dizer que é sentimental. No meu tempo ( há 1 ano) dizer que uma pessoa é sentimental era um insulto. Se forem ver ao dicionário, sentimental é uma pessoa que exprime sentimentos com muita facilidade. Assim, uma pessoa sentimental, era um tipo lamechas que dizia que amava as pessoas em público. Sempre fui um tipo sentimental. Se estou zangado, mando vir com toda a gente. Se estou feliz, cumprimentou toda a gente. E se estou nervoso, falo e escrevo bastante rapidamente.

 

    P.S. - Demorei uma hora a escrever este post.

publicado por Sebastião Marques Lopes às 18:07 | link do post

                                                        A Primeira Vez

 

 Eu sou o primeiro a escrever um subtítulo por isso, mesmo, que alguém também o faça, o meu será sempre o melhor, pois foi o primeiro. Quando vamos a uma exposição de arte e dizemos: "Aquilo também eu fazia." ´Pois , mas ele fê-lo primeiro, por isso vale uma fortuna e o teu não! Ah! Toma lá!

 Isto aplica-se também no futebol. O Benfica ganhou primeiro duas taças da Champions, por isso será sempre melhor que o Porto, pois foi o primeiro a realizar esse feito. No entanto, se o Porto ganhar três, aí faz algo de novo e pode ultrapassar a superioridade do Benfica, mas duvido que tal aconteça.

publicado por Francisco Ravara às 22:17 | link do post

  Hoje o Marques Lopes veio dormir a minha casa. Por isso o meu pai decidiu convidar mais uns amigos para jantar, e mandou-nos ir comprar duas latas de salsichas. bem podem achar que este post é bastante desinteressante, mas não, vou-vos contar uma história, que releva grande sabedoria.

   Fomos ao Pingo Doce comprar as ditas salsichas , e o Marques Lopes reparou que na factura dizia que tínhamos comprado 3 latas.

   Mandamos vir com a senhora e salvamos o dia.

publicado por Tomás Sena às 21:12 | link do post

 Tenho uma coisa a dizer hoje, e como é o meu dia, não vai atrapalhar ninguém. Já reparam como desejam por um queijo curado de cabra e não têm paciência para ir comprar, e ele às vezes aparece por magia no frigorífico? Ou quando chegam a casa cansadíssimos e alguém vos preparou um banho de imersão? Ou quando estão a crescer, e as pilosidade de baixo dos braços começa a cheirar mal, e alguém chega a casa com um desodorizante AXE, e mesmo que às vezes não usem, ficam muito mais aliviados? Ou mesmo quando chegam a casa muito tristes e alguém vos pergunta se correu bem o dia, e vocês dizem que sim para não preocupar essa pessoa, mas ficam contentes por alguém se preocupar? Esse " alguém"  não é Alá, nem Jesus, nem Buda. É uma coisa fantástica: o amor de uma mãe. Parabéns.

publicado por Sebastião Marques Lopes às 18:12 | link do post

  Ontem não era minha vez de escrever, por isso não pode falar acerca da visita de estudo... Como o Ravara disse demorámos algum tempo a chegar ao museu..."Olha este bar, já fui lá"... Passado cinco minutos..."Olha este bar outra vez"...Passado mais três minutos..."Olha, outra vez o mesmo bar.

   Isto foi o que o Marques Lopes disse durante aproximadamente dez minutos. Isto prova que andamos dez minutos ás voltas.

   A minha parte favorita da visita foi quando subimos umas escadas muito altas para conseguirmos avistar um quarto do semicírculo do teatro Romano.

  

publicado por Tomás Sena às 20:55 | link do post

  Como estamos a dar o Império Romano em História, fomos ver o Teatro Romano em Lisboa. Não me perguntem "Mas onde é que é, exactamente, o Teatro Romano" pois eu não sei, só sei que é perto da sé. Aparentemente o condutor da carrinha também não sabia lá muito bem, e acabamos por dar umas  voltas em Lisboa. Saímos do autocarro e estava um calor insuportável. Entrámos no museu e ainda estava  insuportável. Como chegamos meia hora atrasados, a visita foi um bocado mais curta. Se repararem bem, nos museus só vemos para aí um décimo do que existia.  "Agora vamos ver um quarto do semicírculo da orquestra..." Nunca se pode ver tudo! Epá, mostrem-me o teatro todo! 

 A professora disse que a visita saía para o teste e que não podíamos tirar notas. Ainda bem que não tirámos porque no fim da visita, a guia deu-nos o resumo de tudo o que timos visto e ouvido. A visita de estudo foi a baixo das expectativas. Como sempre, a melhor parte, é a viagem de autocarro.

 

publicado por Francisco Ravara às 20:05 | link do post
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
19
comentários recentes
LOL, confesso que já gostei mais de ser um gajo do...
Boa tarde caro camarada blogger, ainda no outro di...
o que é vexanços?
No meu grupo acontecia-me a mesma coisa com o "ouv...
Gosto muito :) e sinto que por muito que os homens...
O natal pode ser feliz, porque é só um ou dois dia...
Falha é no epíteto da SENHORA que, elegante e conh...
"acho que é durante a adolescência que conhecemos ...
Prevejo uma vida cheia de surpresas, nem sempre ag...
Bom...o primeiro passo rumo aos destaques, está da...
Posts mais comentados
10 comentários
9 comentários
7 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
subscrever feeds
SAPO Blogs